Por ti, para ti

Festa das Latas

E Imposição de Insígnias

A Festa das Latas, mais conhecida por Latada, é uma tradição antiga que ao longo dos anos tem vindo a sofrer algumas alterações.

Tendo o seu início no século XIX, era uma festa feita pelos estudantes nos três últimos dias de aulas, em que estes exprimiam ruidosamente, nomeadamente com latas, o seu contentamento pelo fim do ano lectivo. Durante esses três dias além da festa que faziam, e do divertimento, cumpriam o ritual de imposição de insígnias e de iniciação dos caloiros, o tão conhecido baptismo.

Foi a partir dos anos 50/60 que as Latadas passaram a ocorrer, não no termo do ano lectivo, mas sim no início, coincidindo com a abertura da Universidade e a chegada da população escolar de férias, o que dava à cidade um clima eminentemente académico. Inicialmente, cada Faculdade tinha o seu próprio cortejo, realizado em dias diferentes. Com o aumento exponencial do número de alunos, a partir de 1979, e com restabelecimento das tradições académicas, optou-se por juntar todos os alunos nas mesmas festividades.

Actualmente os caloiros, incorporados no cortejo, vestem uma fantasia pessoal com as cores da sua faculdade, transportando cartazes com legendas de conteúdo crítico, alusivos à vida escolar ou nacional.

No fim do cortejo nas ruas da cidade, os novos estudantes são baptizados no rio Mondego, sendo no caso da ESTeSC meramente simbólico visto que os caloiros são cá baptizados.